#ColunaDoChacal: Aeromoças e Tenistas Russas, Uni-vos

Por João Chacal – 

Na antiga União Soviética, a música pop, devido a associação com a cultura capitalista, foi fortemente banida sob o pretexto de ser a síntese da depravação ocidental e de possuir capacidade de perverter a juventude soviética. Clandestinamente, os jovens de países comunistas, conseguiam discos dos Beatles por contrabandos embaixo dos narizes da censura ditatorial do partido. Atribuídos por muitos, a música pop, por meio de revolução cultural teria sido uma das marretadas para derrubar as bases do muro de Berlim em 1989. Distante da bipolarização, Aeromoças e Tenistas Russas possui conceitualização para instigar Tchaikovsky ao mesmo que fazer Mikhail Baryshnikov dançar pela subversão da popularidade.

VEJA A REPORTAGEM COMPLETA EM: https://www.muitoalemdomicrofone.com.br/single-post/2017/07/11/ColunaDoChacal-Aeromo%C3%A7as-e-Tenistas-Russas-Uni-vos